Recent Posts

quarta-feira, 4 de julho de 2012


Poetar

O poeta segue refinando
As suas emoções
Tentando desembrulhar-se
Nas letras desenhadas
Estruturando frases ritmadas ou não
A natureza privada que se mostra
Nem sempre tão bela
Mas extremamente autêntica
Processo solitário
Expressar-se surge como uma necessidade
Que pode ser apreciada na comunhão dos sentimentos
Descodificados
Embalados pela emoção
Do canto manifestado
Exercendo o despojamento
Dos sentimentos
O íntimo que se torna pluralidade

Conceição Pearce