Recent Posts

sexta-feira, 30 de março de 2012



LEMBRANÇAS

Longe de você
A ansiedade me sufoca
Todo o entorno de mim
Perde a cor
Viver com a tua ausência
É não absorver e nem perceber
O que as manhãs me vêm presentear
Paralisada num canto desfio lembranças
A carência me impregnou de você

CONCEIÇÃO PEARCE


FELICIDADE



Oh Felicidade
Que tantos buscam 

Estar tão perto e não se percebe 
Apreensivos estão a procurar 
Sem encontrar 
Oh felicidade 
Vem ensinar-nos a entender 
Nos raros momentos que a experimentamos 
Necessário é saber sentir 
Sem querer reter 
Centelha divina que nos enche de graça 
Inebria a nossa vida de prazer




CONCEIÇÃO PEARCE

domingo, 25 de março de 2012






VOCÊ

Inebriada de desejo
De tanto beber emoções
Sem derramá-las em nenhum peito
Que se disponha a amar
Guarda em teu coração esse fogo que devora
Sublimando sentimentos nos rabiscos de um soneto
Ou num poema carregado de sentimentos que inebria
A alma de quem os ler
Ama imprimindo em palavras teus anseios de mulher

CONCEIÇÃO PEARCE