Recent Posts

sábado, 19 de novembro de 2011



PROVOCAÇÕES

Toca-me o corpo, arrepia a alma,
Confunde-me inteira com seu carinho,
Será que o meu querer se parece com o teu?
Na Troca de olhares
Que me derrete inteira
A confusão ronda minha alma,
O que queres ó
Doce ventura?
Constrangendo-me com tua ternura?
Já não sei como corresponder
Pois outros desejos
Correm nas minhas veias!

CONCEIÇÃO PEARCE

PAUSA VENTUROSA




PAUSA VENTUROSA

A ALMA NECESSITA DE 
SORRISOS AFAGOS 
ESTAR AO LADO
PRESENÇA QUE PREENCHE
E NOS FAZ FESTEJADO
QUANDO NOS É RETIRADO 
VIVE-SE A GRANDE AUSÊNCIA 
O VAZIO NOS TOCA 
NÃO É POSSÍVEL SENTIR O OUTRO 
NO ABSOLUTO SILÊNCIO 
TOCAMOS A NOS MESMOS 
ABORRECENDO-NOS 
O TEDIO E A ANGUSTIA SE INSTALA 
VIDA QUE SEMPRE NOS CONVIDA 
A BREVE PAUSA 
NA QUIETUDE QUE SE DESCOBRE 
O VALOR DE NOS MESMOS E DO OUTRO 
O LIMITE DO MEU EU
E O DOM QUE É OFERTADO PELO DIFERENTE
SE NÃO HOUVER PAIXÃO POR MIM MESMA
COMO PODEREI AMAR O QUE ME PRESENTEIA
BENDITA PAUSA
QUE ESTABELECE O EQUILÍBRIO DAS RELAÇÕES
CONOSCO E COM OS OUTROS.

CONCEIÇÃO PEARCE