Recent Posts

quarta-feira, 24 de junho de 2009

PORQUE VIVER DE MOMENTOS

Relacionamento sem troca
E uma ação morta
Você perde e eu perco
Perdendo-nos no isolamento
Seguiremos sem nos ofertar
Como enriquecer o meu ser
E fazer o teu florescer
Se os encontros não são
Casuais
Viver momentos
Usar e ser usada para aplacar carências
Emocionais
Onde a sede do calor dos corpos
Tem mais sentido que o encanto
De corpo e alma
O prazer não é dissociado
Da abrangência total
Seria uma ação leviana
Viver de momentos
O amor é muito mais

Conceição Pearce


REAÇÕES QUE ME CAUSA...

Prendi-me no teu sorriso
Uma atração irresistível
Suscitando um pensamento
Que me ocorre constantemente...
Vem com emoção
E uma sensação prazerosa
Desejo de te contemplar
Tocar-te
Ter-te aqui pertinho de mim
Pois o amor só acontece no toque de pele
E se eterniza no sentir
Quer saber
Estou gostando de você

Conceição Pearce

terça-feira, 23 de junho de 2009


SENTIR

Pretendo com os meus simples versos
E aprendiz de poeta que sou
Melodiar meus sentimentos
Com sensibilidade
Tocar teu coração
Versando sobre o amor
Amizade
Companheirismo
E cumplicidade
Tentando de forma singela
Fazer-te sentir
Apesar de estarmos num mundo tão improvável
Bons sentimentos ainda podem
Povoar um coração
E com expressão fazer a sua parte

Conceição Pearce

domingo, 21 de junho de 2009

PRESENTES

A vida sempre nos reserva uma novidade
Um novo amor
Uma nova amizade
Uma nova saudade
Onde a carência de um alô
A ausência de um abraço
Passa a permear a nossa existência
Uma lacuna que fica
No coração da gente
Com sabor de nostalgia
Requer a compreensão
E o coração afável para acolher
Os afagos que nos são oferecidos
Pela vida
Sem querer agrilhoar
Sabendo viver com intensidade
Fazendo de um preciso minuto uma eternidade


Conceição Pearce


sábado, 20 de junho de 2009

SUBMISSO DO AMOR

O Amor
Quando se desfaz
Perde-se a paz
O colorido da vida se faz cinza
A lágrima fica difícil ser contida
Mais se por uma fresta
Alguém penetra
Nesse coração que está
A sofrer dessa terrível dor
É capaz de toda alma modificar
Voltando a viver
Para mais uma vez acreditar
E tornar a se apaixonar
A memória da dor
Apaga-se com o amor que passou
É o coração quase um desconhecido
Que só sabe pulsar
Movido pelo amor
Por ser um forte dependente químico

Conceição Pearce

quinta-feira, 18 de junho de 2009


O TOQUE

Quantas combinações sonoras
Podem ser obtidas
De um instrumento musical
Quando bem tocado...
Quantas emoções
Fazem vibrar um coração
Quando é amado...
Inúmeras melodias
Podem compor
Uma partitura
Mais apenas uma
Pode fazer vibrar uma vida
O Amor
Capaz de reger
Sinfonia na harmonia
Compor a mais bela canção
Com poesia
Transformar minha vida
Com a tua vida

Conceição Pearce

quarta-feira, 17 de junho de 2009

SINAIS

Sinais são emitidos pela vida
Quando estamos no curso errado
A inconsciência nos impede de entender
Num dado momento a ficha cai
E nos apercebemos
O que estamos fazendo
Com a vida que temos
É necessário
Ter coragem para mudar de rota
E buscar a felicidade
Pois a vida é breve
E o tempo não volta atrás

Conceição Pearce

terça-feira, 16 de junho de 2009

SOLIDÃO ACOMPANHADA

Tenho você
Corpo físico
Sem alma
Sem troca
Sem emoção que o provoque
Ocupa espaço ao meu lado
Como companhia
Deixando um vazio dentro de mim
Perfeita solidão
Necessito muito mais que exterioridade
Fazer companhia qualquer coisa seria conveniente
Não alguém que diz ter amor por mim

Conceição Pearce

sábado, 13 de junho de 2009

SENSAÇÕES
O coração ampliar-se
Fica gigante
Para abrigar tantos amores
Que ao longo da vida
Passam
Ancoram
Ou prosseguirá sendo apurado
Se alguma ferida fica
Não permanece
Logo esquece
Pois as lembranças lindas
Encobre as que me entristece
E assim no seu pulsar
Vai alimentando
O meu ser
Com sensações
Emoções
Que minha retina capturou
Do êxtase da vida
O Amor
Conceição Pearce

sexta-feira, 12 de junho de 2009


O DIA DO AMOR

O dia de exaltar o meu amor
Poderia ser todos os dias
Não numa data precisa
Mais é o dia em que o coração bate forte
O júbilo ilumina os olhos
Tudo parece mais sedutor
A vontade de ficar juntinho
E de pertinho viver a cumplicidade
Na confiança querer se doar
Mais e mais
E receber
Na mesma intensidade
Perceber-se amada
E que não há nada mais romântico
Que na forma desejada
Festejar essa maravilhosa
União de almas

Conceição Pearce

quinta-feira, 11 de junho de 2009


FALANDO DE AMOR

O Amor
Capaz de gerar e assolar esperança
Sustenta sentimentos platônicos
Traçar a imagem da pessoa amada
E a mantém na mente firmemente
Eclodi com a aflição e o padecer
Pior que não sofrer
E cultivar o coração vazio
Sem o suspiro do inesperado
Que dar esplendor ao dia
Com emoções fortes e intensas
Consome-nos
Causa dor
Fere
Exaure as energias
Mais tem a sutileza
De nos extasiar

Conceição Pearce

quarta-feira, 10 de junho de 2009

PASSARA

Tantos acontecimentos passam
Pelos meus pensamentos
Quanta coisa já passou...
E o meu coração desocupou
Está custando a passar
A lembrança dos nossos momentos de amor
Que ainda conservar-se aqui dentro de mim
Mais numa hora dessas
Eu creio que também passará
Ficando apenas a terna lembrança
Desse amor despretensioso
Que um belo dia me invadiu
E eu me dei inteira
Onde o único problema
Era a desigualdade da emoção
O que mantinha o pulsar
Do teu coração
Não era sinônimo de amar

CONCEIÇÃO PEARCE

terça-feira, 9 de junho de 2009

SENTIMENTOS

Não sou a única romântica
Nem a ultima
A apreciar o amor
A enxergar que muitas vezes
Deixamos escapar
Um grande amor
Por ter medo de lutar
De viver
De ser feliz...
De deixar que o outro venha
A nossa vida se somar
Vida requer um par
Quem entrever com o coração
Ouvi a harmonia do amor
E dança até o fim
Perdendo-se no outro
Perdendo-se
Até dentro de se mesmo

Conceição Pearce


segunda-feira, 8 de junho de 2009


AMO-TE

Queres saber se te amo?
Pergunta ao teu coração
Qual o fundamento
Do meu carinho
A constância em querer saber de ti
Questiona
O porquê desse turbilhão de emoção
Expressa nas mensagens permanente
Queres saber se te amo?
Pergunta as tuas emoções
Verifica se outro alguém
Tem-se dado como eu a você.

Conceição Pearce

domingo, 7 de junho de 2009


RECORDAÇÃO

Após ter solvido da tua fonte
Me saciado nos teus beijos
Vivo apaixonada
Caminhando pela vida
Pensando em você
No teu amor
Manancial de deleite
Que se distingui
Conservo na lembrança
As nossas deleitosas noites de amor
Que não tem como esquecer

Conceição Pearce

quarta-feira, 3 de junho de 2009

NECESSIDADE

Quem não sonha
Com um amor de verdade
Esse sentimento tão forte
De amor ou amizade
Todos sonharam sem exceção
Só viveremos se olhamos com os olhos da alma
Além das aparências
Com carinho dedicação e continuidade
Pois a vida só vale a pena ser vivida
Dentro de outra vida
Não metade

Conceição Pearce