Recent Posts

domingo, 21 de novembro de 2010



O SABOR DA PAIXÃO

Água e azeite
Pimenta e sal
Com tantas diferenças
Quem poderia presumir que existe-se complementaridade
Quando se misturam de verdade
O resultado é um perfeito tempero
Quem ousaria separa-los
Água pura insalubre
Azeite por se só não apetite-se
Pimenta sem complemento
Nem ousaria
E o sal nem pensar
Seria eu sem você
Apesar das diferenças aparentes
Damos um bom tempero
Sem mais nada a acrescentar
A individualidade se dissolve na forma de amar


CONCEIÇÃO PEARCE

sábado, 6 de novembro de 2010

O SILENCIO DOS AMANTES

Acendem sentimentos de rejeição
Quando não me queres
Tens o direito de não se permitir
Aos carinhos ofertados a ti
Embora saiba o que quero
É constrangedor sair da tua presença com o coração na mão
Carente do teu amor
Silencio respeitando a tua falta de desejo
Não me queres hoje com a mesma intensidade
Quem sabe teremos o amanhã para nos envolvermos no mesmo afago
O amor sempre quer mais
Insiste repetir o quanto ama
Mesmo não tendo razão
Vivemos nossa cumplicidade
Onde a verdade prevalece
No bel-prazer de estar ao teu lado.

Conceição Pearce

RAIO DE LUZ

PRESENTE NA HARMONIA
DE UM BELO DIA DE SOL
OU NA CHUVA QUE CAI CALMAMENTE
NO VENTO QUE SOPRA FORTEMENTE
PRESENÇA HARMÔNICA
AFAGANDO MEUS SENTIDOS
TRANQUILIZANDO-ME
MATIZA MEU CORAÇÃO DE EMOÇÕES
SUSCITANDO-ME AS MAIS BELAS INSPIRAÇÕES
ÉS PRESENÇA QUE ME LEVAR A CRIAR
NA AURORA DOS MEUS DIAS
OU NAS NOITES SEM LUAR
RESPLANDECE DE FORMA GLORIOSA
AQUI DENTRO E SEMPRE

Conceição Pearce