quarta-feira, 6 de julho de 2011


RESPIRANDO O MESMO AR


Que aragem é essa

Arrepia do pé a cabeça

Impulsionando-me para os teus braços

Sensação coberta de emoção

Que fremi meu ser inteiro

Basta esta ao alcance dos olhos

Respirando o mesmo ar

Para o instinto insano de mim se apossar

Debelado quando é aplacado numa noite de amor

Oh paixão intensa

Capaz de levar a loucura qualquer criatura

Inunda com ar renovado a alma de quem jaz na secura

Concede a paisagem uma nova ótica

Pincelando-a de delicadeza

Efeito milagroso realizado

Na vida dos amantes

Que vivenciaram por algumas horas

Uma explosão de amor

Prolongando-se na alma por ser simplesmente amado

Conceição Pearce

Nenhum comentário: